Bancos

Estufa para Secagem de Bancos de Automóveis

Atualmente a secagem de bancos e estofados, em sua maioria, é feita de modo tradicional de exposição ao sol, mesmo sabendo-se dos riscos de degradação dos materiais nos quais os produtos são feitos. Ainda hoje é possível observar que os lavadores de veículos ainda optam pela forma tradicional de secagem, o que causa grande insatisfação aos clientes devido a umidade e ao longo tempo de espera, além de que no final do processo ele ainda se sente duvidoso do resultado se realmente foi eficaz.

É sabido que o procedimento de secagem de estofados e acentos é realizado por exposição ao sol das partes do qual são compostos, tal configuração provoca degradação em seus elementos, causando o envelhecimento e desgaste prematuro do material dos bancos tais como tecido do banco, capas protetoras e esponjas internas. Com a estufa de tratamento, além de trazer agilidade no processo o mesmo não degrada os estofados.

A presente patente de invenção trata de estufa para secagem de bancos e estofados de veículos diversos; a dita estufa produz calor através da ventilação do ar que proporciona a secagem de bancos e estofados de veículos em menor tempo, trazendo eficiência de secagem e comodidade ao usuário, visto que o tempo de término do procedimento é acelerado.

A estufa proporciona um tratamento 100% eficaz, estudos na fundação Oswaldo Cruz mostram que alguns vírus são eliminados expostos a temperaturas superiores a 60º durante 15 minutos.

Os testes executados tem como base as lavagens dos bancos com água e umedecendo o banco para deixar o estofamento interno molhado, em condições severas como o uso em grandes quantidades de água o teste também foi satisfatório proporcionando uma eficácia de secagem em tempo médio de 01h 40min: 00 em temperatura de 60° graus, gradiente usada em temperatura controlada pela velocidade dos difusores de ar quente. Foram analisados e mensurados os tempos de aquecimento, tempo de secagem e consumo específico de energia mostrando os fatores para possíveis melhorias futuras em condições ecológicas e sustentáveis. O projeto da uma estufa com funcionamento a energia solar por placa e módulos fotovoltaicos o que futuramente será usado como segunda fase do projeto.

Foram verificados os pontos de temperatura em minutos para se avaliar a gradiente de temperatura atreveis do tempo. Foi observado aumento gradiente em intervalos de 5 minutos. Abaixo é descrito uma análise de consumo de energia para avaliação através do tempo de funcionamento.

O protótipo feito usa um processo que transforma o ar por meio de ventoinhas e uma resistência em ar quente o que é introduzido dentro de uma câmara fachada com revestimento em alumínio e neste é aplicado através de pulverização manual uma quantidade de higienizadores o que trata os fungos.

Numa segunda variação construtiva, dita estufa (10’) prevê a aplicação de placas solares (20’) ou seja de células ou módulos que canalizaram a energia solar transformando a mesma em energia elétrica (EL) através do processo fotovoltaico dimensionadas para o funcionamento da estufa (10’) e secagem de bancos e estofados (ET) de veículos em geral.

É certo que quando o presente invento for colocado em pratica, poderão ser introduzidas modificações no que se refere a certos detalhes de construção e forma, sem que isso implique afastar-se dos princípios fundamentais que estão claramente substanciados no quadro reivindicatório, ficando assim entendido que a terminologia empregada não teve a finalidade de limitação.

Benefícios

Limpeza: Limpa o banco e o não danifica e nem compromete a vida útil do mesmo, além de limpar a estufa mata germes e bactérias que podem fazer mal ao usuário.

Agilidade: Tempo médio de 01h 40min para que o banco esteja pronto para o uso.

Conforto: Garantia de 30 dias de proteção interna ao veículo.

Saúde e bem estar: A estufa de tratamento elimina vírus, fungos, bactérias e umidade, proporcionando saúde e bem estar para os usuários de bancos e estofados.

Estufa para secagem de bancos de automóveis já foi registrado junto ao INPI (Instituto Nacional de Propriedade Industrial) por Plácido. Hoje, ele busca por investidores para produzir e comercializr o invento por meio do licenciamento ou venda da patente.

Sobre a ANI
A Associação Nacional dos Inventores foi criada com o intuito de divulgar as invenções brasileiras a fim de encontrar parceiros para colocar as ideias no mercado. Os inventores recebem todo o apoio comercial e jurídico na hora de registrar suas invenções e é claro, na hora de negociá-las com possíveis empresas e investidores. A empresa atua há mais de 30 anos no mercado, fazendo o trabalho de intermediação, na hora de registrar e na hora de negociar as inovações criadas por brasileiros.

    Comente esta matéria do Portal

    Your email address will not be published.*