Faleceu em Stuttgart sócio sênior e acionista da TRUMPF

Inovações em conformação metálica na Siempelkamp
18/10/2018
ENTREVISTA: Presidentes da ABIMEI e da TRUMPF falam sobre consequências da Resolução 63 para a indústria nacional
22/10/2018
Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O professor Berthold Leibinger faleceu em 16 de outubro de 2018, após uma longa doença, em sua cidade natal, Stuttgart. Ele completaria 88 anos no dia 26 de novembro.

Depois de estudar engenharia mecânica em Stuttgart e passar dois anos nos EUA, Berthold Leibinger se juntou à ainda pequena fábrica de máquinas TRUMPF em 1961. Por suas inúmeras invenções, úteis aos interesses da empresa, ele recebeu como gratificação ações da companhia. Tornou-se coproprietário em 1966, ao mesmo tempo em que atuava como diretor administrativo.

Sob sua liderança, a TRUMPF tornou-se um dos principais fabricantes de máquinas-ferramenta do mundo. Leibinger reconheceu o potencial da ferramenta da luz, e é considerado um dos pioneiros do laser em aplicações industriais.

Além de seu trabalho para a TRUMPF, o professor Berthold Leibinger também ocupou vários cargos na economia alemã. Entre outros, ele era membro dos conselhos de supervisão do Deutsche Bank AG, da BMW AG e presidente do Conselho de Supervisão da BASF SE. Foi Presidente da Câmara de Comércio e Indústria de Sttutgart e, de 1990 a 1992, Presidente da Associação Alemã da Indústria de Engenharia Mecânica ( VDMA). Leibinger esteve ainda envolvido em atividades culturais e sociais, entre ela como presidente do Círculo de Amigos do Arquivo Alemão de Literatura Marbach e Presidente do Conselho de Administração da Academia Internacional de Bach. Foi ainda membro da União Democrata Cristã da Alemanha (CDU).

A Fundação Berthold Leibinger, sem fins lucrativos, criada por ele em 1992, apoia financeiramente iniciativas culturais, científicas, religiosas e beneficentes. Desde o ano 2000, a Fundação promove o internacionalmente respeitado Prêmio Berthold Leibinger de Inovação, que contempla pesquisas com tecnologia laser aplicadaspara fins industriais, a cada dois anos.A Fundação promove também o prêmio anual Comic Book.

“Berthold Leibinger era um engenheiro e empresário apaixonado. Seu trabalho sempre foi focado no bem-estar das pessoas e da sociedade. Ele foi um grande modelo para todos nós”, diz Jürgen Hambrecht, Presidente do Conselho de Supervisão do Grupo TRUMPF.

Bacharel em História pela UNESP, também estudou Jornalismo Empresarial e Assessoria de Imprensa na Universidade Gama Filho. Atualmente, cursa a pós-graduação em Jornalismo Científico na UNICAMP, e responde pela redação do Portal Aquecimento Industrial.



Deixe uma resposta